quinta-feira, 24 de julho de 2014

Zombadores de Deus - Marinho Soares, Pr

Texto: Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. Gl. 6:7-8.


Obs. A lei da semeadura parece contrastar com a graça de Deus. Ela dá um tom de merecimento. A meritocracia parece ser exaltada. Ou seja, se planto colho, se não semeio não colho. Mas, se observarmos o outro lado da questão, percebemos que a lei da semeadura é uma expressão da graça de Deus. Nela a justiça é revelada. A justiça coloca todas as coisas no lugar. Carne gerando carne e Espírito gerando vida eterna. A pergunta é: o que significa semear na carne e no Espírito? Na carne é investir nas obras da carne. É exaltar e praticar a vontade própria, orgulho, egoísmo, inveja, imoralidade sexual e outras formas de manifestações carnais. E no Espírito? É semear as disciplinas espirituais. Oração, meditação, adoração, comunhão, generosidade, discipulado; tornam-se a prática cotidiana do discípulo de Jesus.


Prática: Tenho me esforçado para semear no Espírito. Para plantar no reino de Deus. Percebo que quanto mais me aproximo Dele e me consagro, mais vida de Deus recebo. Estou semeando para a vida eterna. Quero ajuntar tesouros nos céus. Quero viver no Espírito, quero me quebrantar e subjugar minha carne. Vida de Deus é o que mais desejo. Vida no Espírito é o que mais anelo. Não quero ser um zombador de Deus: aparência de vida, quando pratico as obras da carne. 


Oração: Senhor, quero me derramar. Me esvaziar de mim mesmo e me encher de Tua glória. Livra-me de ser um zombador! Ajuda-me a semear no Espírito, em nome de Jesus. Amém!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Da Imaturidade à Maturidade! Marinho Soares, Pr

Texto: Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Gl.5:1

Obs. Viver em liberdade sem ninguém para nos guiar ou “policiar” é um dos maiores desafios de um cristão. A palavra chama isto de maturidade, homem perfeito, pessoa inteira. É uma posição que os gálatas ainda não tinham alcançado. É a posição que a maioria de nós desejamos, mais ainda não alcançamos. O discipulado, acompanhamento sério e consistente para nossas vidas, auxiliam em conquistar esta posição. Por isso, o discipulado não pode ser manipulativo e super protetor. Ele deve prover proteção, mas acima de tudo crescimento para a pessoa chegar à maturidade. Uma vez que chegou à maturidade, uma das escolhas dela será continuar sendo discipulada/mentoriada como forma de proteção e de crescimento continuo.

Prática: Tive muita dificuldade em me firmar na fé. A imaturidade me acompanhou por muitos anos. Não sabia como resolver isto e não tinha pessoas maduras ao meu redor para me instruírem. Vivi por anos debaixo do medo, culpa e condenação. Errava ignorantemente e sofria as conseqüências dos mesmos erros. Hoje, pela misericórdia e graça de Deus, tenho amadurecido. Como é bom viver na liberdade da escravidão de jugos e pesos sobre humanos que me eram colocados. Contudo, meu coração é enganoso e pode facilmente se perder. O que faço? Submeto-me diariamente a Deus e resisto ao diabo através de orações e devocionais. Semanalmente submeto-me a um grupo de cuidado/discipulado mútuo (pastoreio de pastores), mensalmente a  mentoria ministerial e regularmente à mentoria pessoal/familiar/conjugal. Como é bom fazer escolhas, inclusive a de me submeter a Deus e às pessoas maduras que Ele colocou para andar com elas.

Oração: Senhor, quero dançar e celebrar na Tua presença por tantas bênçãos e graças que me tem dado. Hoje, especialmente por ter me amadurecido e me levado a viver livre. Em nome de Jesus. Amém.

domingo, 20 de julho de 2014

Quando Falar a Verdade Faz Inimigos! Marinho Soares, Pr.

Texto: Gálatas 4:16-17
Tornei- me inimigo de vocês por lhes dizer a verdade? Os que fazem tanto esforço para agradá- los não agem bem, mas querem isolá- los a fim de que vocês também mostrem zelo por eles.

Obs. É incrível como as pessoas confundem a amizade na hora da verdade. Paulo havia gerado estes irmãos e igreja na galácia. Ele tinha-os gerado com "dores" de parto. Estava novamente sofrendo as mesmas dores, pois não haviam amadurecido e voltavam ás práticas antigas da lei. 
Ao falar com clareza a revelação da graça de Deus em Jesus, que não precisavam viver debaixo dos rudimentos das tradições, costumes e interpretações, eles ficam zangados. Esta Ira leva-os a rejeitarem e resistirem a Paulo. Uma das piores coisas para um pai é a rejeição e ingratidão, principalmente quando fala a verdade. Paulo sentiu isto mas não se abateu e falou a verdade. 

Prát.  Sofri e sofro este mesmo tipo de dor de vez em quando. Ensino a palavra, revelo a verdade e várias vezes sou incompreendido e resistido. Esta dor se torna maior quando, além de ensinar, desenvolvo relacionamento integro, amigável e generoso. Tenho consciência de que não sou "amiguinho" dos discípulos de Cristo que caminham comigo. Sou líder pastoral e amigo. Ou seja, ministro graça e verdade, sempre procurando manter esta ordem: graça e verdade! Prefiro, como diz o senso comum, falar a verdade a manter um relacionamento hipócrita e conveniente. 

Oração: Senhor que desafio em meio a tantas dores, feridas e desconfianças, vivermos relacionamentos verdadeiros e graciosos. Me ajude a perdoar antes de me ofender. A não desistir de ser servo da verdade a despeito da rejeição e resistência, em nome de Jesus. Amém. 

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Quero Ser Como Criança? Marinho Soares, Pr

Texto: Assim, a Lei foi o nosso tutor até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé. Agora, porém, tendo chegado a fé, já não estamos mais sob o controle do tutor. Gl. 3:24-25

Obs. Maravilha o entendimento da Palavra que o Senhor nos traz a cada dia. Hoje relembrando que a Lei foi como um tutor (aio na ERA). "A Lei era como aqueles tutores gregos, bem conhecidos de vocês, que conduzem as crianças à escola e as protegem de perigos ou distrações, certificando- se de que chegarão aonde devem ir" (A Mensagem - Eugene Peterson). Hoje vivemos um novo tempo, uma nova era debaixo da justificação do sangue de Jesus. Somos feito filhos de Deus e vivemos conduzidos pelas mãos da graça de Deus. Muitos ainda vivem debaixo de tutores (lei) precisam ser conduzidos pelas mãos como crianças qua não conseguem nem atravessar uma rua sozinhos. Há grupos de igrejas que vivem assim. Nós porém queremos viver como livres e maduros em Cristo, como verdadeiros homens de Deus.

Prática: Minha infância foi vivida numa igreja legalista e que conduzia-nos como crianças. Tínhamos regras para tudo. O que fazer, o que vestir, onde ir, o que falar, etc. Era bem complicado, pois a cada dia tínhamos novas regras sendo acrescentadas. Foi difícil para mim amadurecer e viver como um verdadeiro filho da liberdade em Deus. Até hoje luto com os resquícios desse legalismo que ficou impregnado dentro de mim. Pior do que uma prática errada é uma crença errada. Luto para viver em liberdade, sem cair num libertinismo. Luto para viver na graça, sem cair num relaxamento e descompromisso.

Oração: Senhor, mais uma vez declaro que preciso de Ti para me firmar nesta nova identidade em Cristo. Amadurecido e não vivendo mais como criança. Me ajude em nome de Jesus. amém.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Quando eu me Deixo Levar! Marinho Soares, Pr

Texto: “Os demais judeus também se uniram a ele nessa hipocrisia, de modo que até Barnabé se deixou levar.” Gálatas 2: 13

Obs. É muito bom quando encontramos homens que admiramos cometendo alguma falha e se mostrando necessariamente humanos. Tenho em altíssima estima Barnabé. Ele é para mim o maior discipulador do novo testamento depois de Jesus. Discipulou Paulo, João Marcos e encorajou a muitos. Homem fiel, cheio do Espírito Santo e fé. Seu nome significa ENCORAJADOR. Mas o que encontramos em Gálatas 2? Ele entrando no mesmo espírito judaizante de Pedro e dos demais hipócritas da época. Barnabé se deixou levar. Isto me fascina, pois o evangelho não tem a pretensão de cobrir as fraquezas dos grandes líderes, mas sim de revelar, que mesmo com suas fraquezas, foram grandes homens usados por Deus.

Prática: Sei que o discurso acima pode parecer uma licença para pecar ou viver claudicando o tempo todo. Não é isto! É somente uma constatação de que aquele que vive debaixo da graça, pode, de vez em quando errar, mudar de opinião e até mesmo se deixar levar por uma doutrina de conveniência em determinado momento. Vejo isto em Davi, Abraão e outros líderes na Bíblia. São exemplos de pessoas que superaram suas próprias limitações e avançaram apesar das dificuldades e inconsistências. Eu luto para não cair nestes erros, mas mesmo que venha acontecer, quero ter o espírito de reconhecer, me arrepender e voltar a firmeza da verdade de Deus!

Oração: Senhor cada dia mais me aqueço vivendo debaixo da tua graça. Tuas asas me dão proteção e posso subir acima das nuvens onde o sol nunca deixou de brilhar. Apesar de mim, o Senhor tem feitos grandes coisas. Obrigado Pai por me amar e me aceitar de maneira incondicional. Me auxilie a viver em santidade, ainda que às vezes eu me deixe levar. Em nome de Jesus. Amém.



quarta-feira, 9 de julho de 2014

O Desastre de Não Saber Orar! Marinho Soares, Pr

Texto: Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem. Tg. 4:2


Obs. Percebo que neste texto Tiago coloca a oração como sinônimo de pedir. Não têm, porque não pedem. Sei que há muitos ensinos sobre a oração. Que ela deve até ter uma determinada ordem, começando pela gratidão, adoração, passando pelo louvor e seguindo com confissão, suplicas e intercessões. É tudo muito bonito e especial. Outros pegam a oração do Pai Nosso e a distrincham como o modelo que devemos seguir. 
Mas observando este texto e outros, percebo que o “cerne” da oração é pedir. É declarar nossa total dependência do Senhor e da Sua vontade. É expressar para Ele nosso coração e necessidades. É pedindo que se recebe. Tudo quanto pedirem em oração, crendo receberão.

Prát. Uma das maiores dificuldades que tive em minha vida cristã foi aprender a orar e desenvolver uma vida de oração firme e constante. Somente avancei quando entendi este principio de pedir/orar. Pois era muito auto-suficiente e ativista. Duas grandes fortalezas contrárias a oração. Hoje as coisas mudaram muito e já posso avançar, pois, combati minha auto-suficiência com a humidade de pedir e depender do Senhor. Peço desavergonhadamente. Peço sempre, pois quero receber o que Deus tem para minha vida. Sou um pedinte de carteirinha - esta é minha principal oração. 

Oração: Estou aqui para pedir. Para fazer dos meus pedidos minha principal oração. Me ensine a pedir cada vez mais para não cair na tragédia de não orar, em nome de Jesus. Amém.

domingo, 6 de julho de 2014

MALDIÇÃO? TÔ FORA! Marinho Soares, Pr.

Texto: Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim! Acaso podem sair água doce e água amarga da mesma fonte? Tg. 3:10-11

Obs. A língua aqui é colocada como a mais poderosa arma que uma pessoa possui. Ela é comparada ao leme do navio, que, ainda sendo um gigante em toneladas é conduzido por uma pequena pá; e, comparada a um pequeno fósforo, que com sua fagulha é capaz de incendiar uma grande floresta. É chamada também de um mundo de iniquidade, indomável e fogo consumidor. Meu Deus! Penso que devo ficar muito mais calado do que falando. Também é deixado bem claro a questão de abençoar e amaldiçoar. Muitas crenças hoje colocam a maldição como uma entidade. Uma coisa que está no ar. NÃO! A maldição nada mais é do que MAL-DIZER, MAL-FALAR, mal-expressar. Por isto a gravidade no uso da língua. Por outro lado ela pode abençoar. Também não é uma ação confiada aos sacerdotes e ungidos de plantão, ela é uma ação da língua. Abençoar vem do verbo BEM-DIZER, BEM-FALAR, bem-comunicar. A palavra correta seria bendição!

Prát. Meu esforço diário tem sido usar a língua para abençoar. Hoje sinto que já flui com naturalidade. Mas já fui de língua “dura”. De ferir (amaldiçoar) com palavras. Gosto de saudar as pessoas com a pergunta/afirmação: BENÇÃO! VOCÊ ESTÁ NA BENÇÃO! Ou simplesmente: na benção? Que gostoso começar a conversa com a palavra BENÇÃO assumindo o controle. É uma forma que encontrei para abençoar. Como pregador da palavra me encaixo com temor no verso primeiro: nós, os que ensinamos, seremos julgados com maior rigor! Mas, confiado na graça e cuidando diariamente da língua, sigo avançando para abençoar o máximo de pessoas!

Oração: Graças ao Senhor que me abençoa sempre, tenho me tornado um abençoador. Me ajude a reproduzir todas as bênçãos que tenho recebido. Principalmente as espirituais em Cristo Jesus. Amém! 

sexta-feira, 4 de julho de 2014

VIVENDO COMO UM FORA DA LEI! Marinho Soares, Pr.

Texto: Tg. 2:12-13
Falem e ajam como quem vai ser julgado pela lei da liberdade; porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo!

Obs. Tiago conselheiro sábio e fiel nos ensina mais sobre como viver debaixo da graça. Viver debaixo da graça é viver fora da lei. Fora dos julgamentos pesados e impraticáveis da lei. Ele nos ensina que devemos falar e agir como aqueles que serão julgados pela lei da liberdade. Que lei é esta? A lei de Cristo Jesus que nos faz livres de todas as prisões, maldições e julgamentos. Ele também chama esta lei no verso 08 de lei do Reino - ame o seu próximo como a si mesmo. Ele termina o ensino advertindo: a misericórdia triunfa sobre o juízo! 

Prática: Vivi muitos anos de minha fé baseada na lei do esforço próprio. Na lei humana. Era quase olho por olho, dente por dente. Uma das frases que mais repetia e gostava de citar era baseada na lei da semeadura: DEVE ESTAR RECEBENDO PORQUE PLANTOU! Hoje fico pensando que imaturidade! Que legalismo! Como é bom viver debaixo da graça, agindo sempre com misericórdia. Sempre com o coração perdoador e aberto a oferecer acolhida e misericórdia. Imagino se eu mesmo fosse julgado debaixo desta lei: NÃO ESTARIA MAIS AQUI! Vivo um novo tempo em meus relacionamentos do líder que brilha. Deus, eu mesmo, família, grupo pastoral, equipe, mentor, amigos; recebem uma nova atenção e carinho de minha parte. Muito mais misericórdia do que juízo! 

Oração: Misericórdia Senhor para comigo para que possa aprender a viver debaixo desta lei da liberdade do reino de Deus. Misericórdia Senhor para que meus relacionamentos sejam cada vez mais baseados em amor e compaixão. Em nome de Jesus. Amém!

domingo, 29 de junho de 2014

Obediente à Visão! Marinho Soares

Texto: Atos 26:19
“Assim, rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial.”

Obs. Ter uma visão já é um enorme desafio. Ser obediente a ela é uma obra ainda mais suprema. Paulo teve a visão da glória e presença de Jesus falando com ele no caminho de Damasco. Ele fora chamado para pregar o evangelho da graça de Jesus ao gentios e pregaria diante de reis e autoridades. Demorou alguns anos para seu ministério “deslanchar”. Mas essa visão levou a se entregar até a morte. No meio do caminho teve de tudo: escárnio, surras homéricas, perseguições de todos os tamanhos, prisões, críticas, impedimentos, etc. Temores internos e lutas externas. Mas uma coisa ele foi: OBEDIENTE À VISÃO. Não amoleceu. Não titubeou.

Prát. Tenho uma visão para minha vida e ministério? Posso descreve-la? Estou disposto a morrer por ela? A vencer qualquer obstáculo? Confesso que luto todos os dias para deixá-la casa vez mais clara. É um desafio vê-la descortinando dia após dia. Uma visão que me persegue é a de ser e fazer novos lideres saudáveis e consagrados aos Senhor e Sua visão. Ser e fazer discípulos. Ser e Fazer Pastores. Ser um homem de equipe. Ser um homem da oração e da Palavra. 

Oração: Senhor sempre desejei ser um pastor segundo o Teu coração. Pastorear a igreja de Deus com temor e sabedoria. Louvo-te por estes vinte anos de ministério pastoral. Louvo-te pois tens preservado a minha alma das tentações do ministério. Ajuda-me a cumprir o Teu chamado e visão celestial. Ajuda-me a ser e fazer novos discípulos, líderes e pastores, em nome de Jesus. Amém.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Esperança e Coragem! Marinho Soares, Pr.

Texto: Atos 27:20;22
Não aparecendo nem sol nem estrelas por muitos dias, e continuando a abater- se sobre nós grande tempestade, finalmente perdemos toda a esperança de salvamento. 
Mas agora recomendo- lhes que tenham coragem, pois nenhum de vocês perderá a vida; apenas o navio será destruído. 

Obs. Esperança e coragem são duas palavras que aparecem com força neste momento de dificuldade que passavam, Paulo e seus companheiros de viagem à Roma. Catorze dias de tempestade, muitos deles sem ver o sol e as estrelas, com um barco de madeira sendo jogado para todos os lados, lançando fora parte do mesmo e alimentos, não tinham mais ESPERANÇA de salvamento. Muitos de nós nos encontramos assim: à deriva na vida. Já não lutamos mais. Não mantemos nossas “velas” levantadas. Nos entregamos ao mar agitado e revolto, sem qualquer controle de nossas vidas. O que fazer? Ter coragem! Coragem para não desanimar. Para levantar a cabeça e procurar fazer as coisas certas. Procurar o Deus da nossa salvação. Nenhum perderá a vida.

Prática: Algumas vezes já me entreguei. Fiquei como um barco à deriva. Levado de um lado para outro completamente perdido, sem ver o sol e as estrelas por muitos dias. Dias de escuridão, sustentados pela depressão e angústia. Como foram difíceis e penosos. Mas, Deus em sua grande graça e misericórdia, me socorreu. Usou várias pessoas para trazerem palavras de encorajamento. Não se acovarde. Não se atemorize. Levante e olhe a cura e o livramento do Senhor. Isto tem me renovado e animado a seguir em frente todos os dias em meio às tempestades e grandes desafios.

Oração: Pai, Paulo estava cumprindo o propósito do Senhor. Estava tão seguro que era da Sua vontade que fosse à Roma, mas mesmo assim lhe abateu grandes dificuldades. Me ajude a compreender que mesmo realizando a Sua vontade enfrentarei grandes dificuldades e desafios. Me auxilie nestes momentos para ter revelação e palavra para todos os que estiverem no barco comigo. Em nome de Jesus. Amém.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Jesus, a promoção da vida! - Rodrigo Furtado


Texto: “Muitas vezes ia de uma sinagoga para outra a fim de castigá-los, e tentava forçá-los a blasfemar. Em minha fúria contra eles, cheguei a ir a cidades estrangeiras para persegui-los”. (Atos 26:11)

Observação: Neste versículo Deus me leva a fazer uma reflexão entre a vida pela Lei e a Vida pela Graça, a motivação que levará Paulo as sinagogas antes do conhecimento de Cristo era o de promover a morte. Paulo vivia o que aprendera até ter um encontro com Jesus, seu senso de justiça quanto Fariseu irrepreensível o levava ao templo não para cultuar a Deus, mas, perseguir e matar Cristão reflexo do que a interpretação errada do que é Deus e a posição que nós NELE devemos ter. Após a Revelação Celestial que tivera Paulo começa a promover obras que demonstrassem seu arrependimento, o homem que antes era um promovedor da morte se torna um Mártir e promovedor da vida. Precisamos receber a palavra de Deus de maneira correta se arrepender e demonstrar arrependimento, não basta ser santo tem que parecer santo. Acaso Deus é um Deus de vida ou de morte? Somos todos pecadores que direito temos de condenar alguém? Como ministro do evangelho quero viver isso, quero ter a motivação de participar do Corpo de Cristo promovendo a vida e não morte.  

Pratica: Buscarei na meditação diária da palavra desenvolver o conhecimento de Cristo que é a Graça do Senhor revelada a nós. Quero ter revelação celestial que me firme no proposito, buscarei isso através de orações diárias. Como Ministro de Senhor buscarei promover a vida de Deus fugindo de todo sentimento de justiça própria que pode promover a morte. Quero carregar a esperança e promover a vida.


Oração: Senhor faz de mim um agente da Graça neste tempo, quero levar a vida do Senhor. Quero estar presente no corpo com o proposito de promover a vida e a Paz do Senhor neste tempo, me torna um vaso Gracioso. Que os medos e as dores não me tornem áspero, amargo e insensível, afinal viver é Cristo e morrer é lucro. 

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Recuperação da Visão! Marinho Soares, Pr.

Texto: Atos 22:12-13
“Um homem chamado Ananias, piedoso segundo a lei e muito respeitado por todos os judeus que ali viviam, veio ver- me e, pondo- se junto a mim, disse: ‘Irmão Saulo, recupere a visão’. Naquele mesmo instante pude vê- lo.

Obs. Todos conhecemos a história de Paulo. Uma boa parte de nós sabemos o papel poderoso de Barnabé em sua vida como discipulador. Mas pouco sabemos de Ananias. Em atos 9:10 diz que ele era um discípulo do Senhor. Ele tinha visões e era obediente não temendo falar na vida de um homem conhecido pelo temor que causava. Ananias foi a Saulo e ele recuperou a visão. 

Prática: PRECISO DE ANANIAS. Não somente de um, mas de vários. Pessoas que me ajudem a "recuperar a visão" quando as perco. Mentores poderosos que tenham visões e sejam obedientes. Que não temam em falar na vida de um líder. Preciso procurá-los e me sujeitar a eles. 

Oração: obrigado Deus por Mauricio, Eduardo, Dorivaldo, David, Cristian, Ildo e tantos outros que já têm ministrado em minha vida com poder e autoridade. Preciso procurá-los mais para recuperar minha visão. Em nome de Jesus. Amém.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Envergonhado! Marinho Soares, Pr.

Texto: Atos 21:13-14
Então Paulo respondeu:“Por que vocês estão chorando e partindo o meu coração? Estou pronto não apenas para ser amarrado, mas também para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus” "Como não pudemos dissuadi- lo, desistimos e dissemos:“Seja feita a vontade do Senhor”.

Obs. Paulo está indo para Jerusalém para seus últimos dias antes de ser rejeitado, preso e enviado à Roma. Já havia recebido duas profecias pelo Espírito Santo de que seria amarrado, torturado e preso (v.4 e 11). Ele responde de maneira ousada e poderosa dizendo: "Estou pronto não apenas para ser amarrado, mas também para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus”.
Me sinto envergonhado, não só por mim mesmo, mas pela igreja de Cristo. Estamos evitando o sofrimento a qualquer custo. Há lema em uma grande igreja de nossa nação que é: PARE DE SOFRER! Estamos embarcando nesta prática onde o sofrimento é tido como vergonhoso, falta de fé ou até mesmo pecado. 

Prát. Estou envergonhado, pois pequenas aflições e provações muitas vezes me acovardam. Preciso me desprender, desapegar e firmar meu coração, espírito e mente totalmente no Senhor e estar disposto a morrer por Ele. Morrer é matar minha justiça própria, orgulho, vaidade, vontade e caprichos. Devo saber, pelo Espírito, que lutas e provações me sobrevirão, mas sou mais que vencedor por aquele que me amou!

Oração: Senhor graças lhe dou por Jesus, a graça do Pai encarnada que não me deixa desamparado nos momentos de constrangimento. Me ajude a viver de maneira desprendida e focada no chamado do Senhor para minha vida. Amém.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Decisões no espírito - Marinho Soares, Pr

Texto: Atos 19:21
Depois dessas coisas, Paulo decidiu no espírito ir a Jerusalém, passando pela Macedônia e pela Acaia. Ele dizia:“Depois de haver estado ali, é necessário também que eu vá visitar Roma”.

Obs. Paulo era um homem cheio do Espírito Santo, não temos dúvidas disto. Contudo vejo algo ainda maior acontecendo neste texto, Paulo decidindo no seu espírito ir a Jerusalém. A chave aqui é que Paulo vivia tão grande intimidade com o Espírito Santo que ele ouvia do Espirito em seu espirito. Decidir no espirito é algo poderoso, pois não é uma decisão da mente/alma. Não é uma decisão humana, mas sim espiritual. Decisões assim é de pessoas espirituais.

Prát. Cada dia aprendo mais a viver no Espirito. Isto não é simples para uma pessoa almática, cheia de vontades do que gosto e não gosto. Percebi, em umas de minhas viagens em companhia de uma pessoa almática, a quantidade de vezes que ela falou gosto disto e não gosto daquilo. O tempo todo de sua conversa era isto. Fiquei pensando comigo, será que sou assim? Será que fico falando de minhas preferências o tempo todo? Peço perdão a Deus se ajo desta maneira, pois minhas vontades não importam mais. Meus desejos são desprezíveis. O que preciso? É vida no Espirito! É decidir no espirito como viver, o que devo fazer e para onde ir. João 3:8 - "O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito”.

Oração: Senhor Jesus me dê a graça de ter uma vida no Espírito e no espírito. Que o Teu Espírito seja um só com o meu espírito. Que minhas decisões sejam totalmente em Deus, totalmente espirituais. Amém!

domingo, 15 de junho de 2014

A autoridade de Deus é inquestionável. (Rodrigo Furtado)

A autoridade de Deus é inquestionável

Texto: Paulo respondeu: "Irmãos, eu não sabia que ele era o sumo sacerdote, pois está escrito: ‘Não fale mal de uma autoridade do seu povo’ ". (Atos 23:5)
Observação: Viver conforme a palavra verdadeiramente requer uma mortificação de nossa carne, Paulo diante das autoridades da época e agredido e acusado de cometer algo que não cometeu, porém ao ser agredido amaldiçoa uma autoridade do seu povo, no mesmo instante o exortam é fato que as vistas de Paulo não eram boas (Conforme Gálatas 4:15) o que pode ter levado o mesmo a cometer este pequeno equivoco, porem no mesmo instante o mesmo demonstra arrependimento lembrando do texto de Êxodo 22:28, Paulo vivia a palavra e buscava segui-la independente do erro das autoridades a palavra de Deus estava acima de tudo mesmo que com isso sua carne sofresse. Estamos vivendo dias de muita indignação com as autoridades de nosso país e um espírito de justiça própria tem tomado nosso povo e olhando de forma carnal poderíamos sim buscar a justiça, pois, muitos têm transgredido nossas leis. Mas se queremos andar segundo a vontade de Deus é preciso ouvi-lo, e a sua palavra sempre nos pede para honrarmos nossas autoridades e orarmos por elas:
 “Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade.
Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”.(
1 Timóteo 2:1-4)
Veja bem honrar é submeter-se aquilo que foi imposto por um regime de governo democrático mesmo que não tenha sido minha escolha conforme à democracia o voto da maioria prevalece. Davi talvez não concordasse com o governo de Saul, porém, fugiu de toda maldição que poderia ter trazido sobre si de desonrar a autoridade de sua época. O texto de 1 Timóteo e o de Atos 23 nos dá uma parâmetro de em quem Paulo confiava como autoridade, ele confiava em um Deus que é a autoridade sobre as autoridades humanas mesmo que está autoridade não fosse a melhor ele honrava a autoridade de Deus. Que testemunho...
Pratica: Buscarei conhecer a palavra de tal forma que assim como Paulo está palavra seja impregnada em mim, pois isso me livrara do caminho de rebelião e morte. Por muitas vezes me pego questionando as autoridades de meu tempo, mais se toda autoridade é imposta ou permitida por Deus cabe eu questionar? O texto de Timóteo deixa claro que devemos orar não nos rebelar, para que tenhamos uma vida tranquila e pacifica. Certamente a rebeldia é contraria a vontade de Deus e nisso não pode haver duvida, e que os homens fazem escolhas erradas também não a duvida. Portanto buscarei orar e suplicar para que em um país democrático o povo seja usado por Deus na hora de suas escolhas e que as autoridades sejam sustentadas por Deus e direcionadas por ELE pra que haja paz em toda nossa nação.


Oração: Pai me livra da rebeldia de minha carne, que minha posição seja como a de Paulo de apesar de tudo prevalecer a Tua palavra Senhor. Muda meu país Senhor nem pelas cabeças que estão no poder, mas tomando conta do coração de nosso povo que é enganoso e por séculos tem levado nossa nação para a ruína, Pai meu desejo é que o Senhor seja a autoridade sobre este país. Amem!!!

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Quem entende o motivo da Luta, não teme a batalha. (Rodrigo Furtado)

Quem entende o motivo da Luta, não teme a batalha.
(Rodrigo Furtado)

Então Paulo respondeu: "Por que vocês estão chorando e partindo o meu coração? Estou pronto não apenas para ser amarrado, mas também para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus". (Atos 21:13)

Observação: No texto de hoje vejo o retorno de Paulo a Jerusalém, cidade está na qual ele era conhecido como grande traidor e agitador. Recebendo um profeta a notícias dadas pelo Senhor não eram boas e seus amigos se entristecem, porém o que me chama a atenção é mais uma vez a atitude de Paulo que chama atenção dos irmãos quanto aquele ambiente de tristeza. A mensagem que este texto me passa é quanto a importância de se saber o que está fazendo e o verdadeiro entendimento do serviço no Reino de Deus, Paulo encarava a eminente morte de forma tranquila porque em vida fazia de tudo para que a missão que lhe foi proposta fosse cumprida. Quando temos o sentimento de cumprimento de nossa missão nem a morte pode nos abalar, não existe melhor sentimento do que a Paz do dever cumprido e Paulo vivia isso, verdadeiramente para ele viver era Cristo e morrer era lucro.

Pratica: Buscarei cumprir a minha missão, mais não de forma a merecer algo esperando coisas em troca, mas buscar cumprir por entender a Graça, ou seja, preciso compreender esta Graça que pode me levar a completar minha corrida. Quero viver uma fé corajosa e para isso sei que preciso de revelação vinda do Senhor, buscarei em oração e na palavra revelações do Senhor para minha vida, pois, assim ganharei convicção.


Oração: Pai a falta de revelação quanto a missão do Senhor para minha vida muitas vezes tem me abalado, peço ao Senhor que traga revelação do Senhor diretamente para minha vida. Quero ter convicção de estar fazendo a tua vontade. Quero Senhor cumprir minha missão, pois isto me trará paz para enfrentar todos os obstáculos que se colocarem em meu caminho. Ajuda-me Senhor a romper com minha fé!!! 

quarta-feira, 11 de junho de 2014

De Cacos a Vasos.
(Rodrigo Furtado)
“Mas o vaso de barro que ele estava formando se estragou-se em suas mãos; e ele o refez, moldando outro vaso de acordo com a sua vontade”. (Jeremias 18:4)
"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!" (2 Coríntios 5:17)

Observação: Hoje ao meditar na palavra do Senhor algo me chamou a atenção no livro do profeta Jeremias, o vaso no qual o Senhor trabalhava estragou-se, porém ao invés de joga-lo fora, quebra-lo Ele o refez. Sou relacional e o que mais tenho vistos em meus relacionamentos com pessoas é a capacidade do homem de quebrar e se quebrar, muitos passam a vida juntando cacos, seja de relacionamentos ou emoções vidas transformadas em cacos. Quando vim para Jesus minha vida estava assim um caco, sonhos destruídos, família a beira da ruína e relacionamento rachado, mais pude neste momento conhecer este Deus tão maravilhoso que me ensinou a não ser um colecionador de cacos mais ser um vaso restaurado. Acompanho programas de restauração e um dos que mais gosto é de restauração de carros, latas velhas transformadas em verdadeiras maquinas, a estrutura do carro é a mesma mais a aparência nem se compara com o velho automóvel. Hoje vejo o que Deus fez comigo não sou nem sombra do velho homem que fui Jesus pegou meus cacos e me ensinou que Ele não trabalha com cacos mais ELE restaura vidas, me de uma Nova Vida e um novo sentido em VIVER. 

Pratica: Pais como é bom viver se projetando no futuro, Cristo em mim é a esperança de coisas maiores. Buscarei cada dia mais experimentar do novo do Senhor, me desfazer de todo resquício de passado que ainda possa existir em mim. Me deste uma nova vida que eu não venha a cobiçar a velha, buscarei revelação e convicção dia-dia através da palavra para experimentar o novo de Deus todos os Dias.


Oração: Senhor só posso te louvar por tudo que fizeste em mim, eu poderia estar quebrado juntando cacos, mais no Senhor conquistei minha restauração. O Senhor mudou minha historia e apagou meu passado, fez de mim algo muito melhor do que era, tenho me sentido cada vez mais útil em tuas mãos. Ainda preciso ser restaurado em algumas áreas e tenho consciência disso, mais o que o Senhor já fez é motivo de muita alegria para mim obrigado JESUS!!!

domingo, 8 de junho de 2014

Transformando Discípulos

Texto: Disse Paulo: "O batismo de João foi um batismo de arrependimento. Ele dizia ao povo que cresse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus".
Ouvindo isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus.
Quando Paulo lhes impôs as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo, e começaram a falar em línguas e a profetizar. (
Atos 19:4-6)

Observação: Paulo em uma de suas viagens encontra um grupo de discípulos e descobre que eles nem se quer tinham ouvido falar do Espírito Santo, os mesmos haviam apenas conhecido os ensinos de João batista e recebido apenas o batismo do arrependimento, mais Paulo aproveita para ensinar que este batismo era uma preparação para que crescem naquele que viria após João que era Jesus Cristo e os batiza em nome de Jesus o batismo “DO CAMINHO”. Jesus nos ensinou que voltaria ao Pai mais enviaria aquele que é o ajudador, conselheiro, consolador e etc. Paulo após apresentar o Senhor aqueles homens impõe as mãos e “Veio sobre eles o Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas e profetizar”. Como é importante entender que após o batismo de Jesus o caminho é aberto para que venha o Espírito Santo o revestimento de poder e que isso é para todos. O propósito também é maravilhoso vemos o Espírito Santo transformar a vida dos discípulos homens simples se tornando exímios pregadores e profetas ousados. João preparou O CAMINHO para Jesus, Jesus abriu O CAMINHO para o Espírito Santo, e o Espírito Santo é aquele que nos ajudara a seguir no CAMINHO e apresentar o CAMINHO!!! Aleluia.

Pratica: Pai louvo a Deus por já entender esses princípios, por ter recebido o batismo de Jesus e do Espírito Santo, e por estar em uma igreja onde o Espírito Santo tem liberdade. Minha pratica será a de assim como Paulo buscar ser intimo do Senhor e conduzir aqueles que ainda não receberam o seu Santo Espírito a receberem, pois, o Espírito Santo é vida, poder e ousadia uma força extremamente necessária para o avanço e crescimento do TEU Reino Senhor.


Oração: Pai como é bom te pertencer, como é bom olhar para a palavra e ver que o Senhor não muda. Quero te agradecer Senhor por tudo que foi transformado em minha vida, por eu ter sido alcançado pelo teu amor e Espírito. Ajude-me Senhor a mostrar o caminho de Jesus para aqueles que vierem até mim e que eu possa ser usado para ministrar o Espírito Santo sobre a vida deles. Amém!

sábado, 7 de junho de 2014

INDESTRUTÍVEL!!!
Texto: Certa noite o Senhor falou a Paulo em visão: "Não tenha medo, continue falando e não fique calado, pois estou com você, e ninguém vai lhe fazer mal ou feri-lo, porque tenho muita gente nesta cidade". (Atos 18:9-10)

Observação: Meditando no devocional de hoje me peguei pensando a cerca do medo, sentimento tão comum em nossas vidas, todos já sentiram ou sentem medo de algo. Mas o que mais me confronta é a razão do apostolo Paulo ter medo, afinal após sua conversão a de se convir que seu ministério não foi nada fácil. Paulo chegou à beira da morte, foi preso, espancado e passou por vários tribunais, a ele tinha motivos para temer! Mas Paulo ouvia a Deus e no texto de hoje vemos mais uma vez Deus falar com seu servo “NÃO TENHA MEDO, CONTINUE FALANDO... POIS EU ESTOU COM VOCÊ”, Ouvir a Deus nos traz fé e convicção para prosseguirmos mesmo com medo. Muitas vezes quase paralisei minha caminhada por medo, quando assumi a supervisão não me achava qualificado, quando fui separado como candidato ao ministério pensei em pedir um pouco mais de tempo, ou seja, MEDO. O que fez a diferença? A palavra de Deus e pessoas que profetizaram em minha vida. Nesta visão de Paulo Deus não só ajudou ele a superar seus medos mais revelou seu propósito a Paulo “TENHO MUITA GENTE NESTA CIDADE”, ou seja Paulo eu quero muitos dessa cidade! Ele estava no centro da vontade de Deus e quando ouvimos a Deus e estamos no centro de sua vontade somos INDESTRUTÍVEIS.

Pratica: Quantos medos Deus me levou a superar, quantas pessoas Deus usou para me fazer enxergar e ouvir o que eu não via e ouvia, Deus é maravilhoso. Sei que a caminhada é longa e que preciso estar atento ao falar de DEUS. A melhor pratica que me vem a mente é não resistir ao propósito de Deus, afinal se entreguei minha vida a ELE porque tentar ter o controle dela? O controle deve estar nas mãos daquele que tudo sabe. Serei ensinavél, e buscarei estar no centro da vontade de Deus, pois em Deus somos mais do que vencedores.

Oração: Pai me alegro em olhar para traz e ver que me ajudaste a vencer alguns dos meu maiores medos, obrigado por cada servo que enviou em momentos oportunos para me auxiliar em minha fé pequena. Sei que muito virá para ser superado, mas hoje através de sua palavra tenho convicção de que se eu estiver no centro de sua vontade serei indestrutível, o Senhor é maravilhoso, OBRIGADO!!! Amém.



quarta-feira, 4 de junho de 2014

Lideres Entre os Irmãos! Marinho Soares, Pr

Texto: Atos 15:22
Então os apóstolos e os presbíteros, com toda a igreja, decidiram escolher alguns dentre eles e enviá- los a Antioquia com Paulo e Barnabé. Escolheram Judas, chamado Barsabás, e Silas, dois líderes entre os irmãos.

Obs. É incrível como ainda temos dificuldade com liderança "leiga" em nossas igrejas. Lá em Jerusalém, no meio de toda a dificuldade que os apóstolos enfrentavam em firmar a doutrina da salvação pela graça x obras da lei, no chamado primeiro concilio da igreja (Atos 15), tendo apóstolos e presbíteros naquela reunião, as pessoas escolhidas para ir levar a resolução tomada pelos apóstolos às igrejas, juntamente com Paulo e Barnabé, foram "dois lideres entre os irmãos", Basabás e Silas. Como é maravilhoso isto acontecer, pois na igreja devemos formar, levantar e reconhecer estes líderes. Nos versos 26 diz que eles eram "homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo", e no verso 32 diz que eram "profetas, encorajando e fortalecendo os irmãos com muitas palavras".

Prát. Eu oro por um exército desses líderes. Por uma multidão de lideres com este perfil e prática. Pessoas confiáveis, cheias de Deus e de respeito. Que estejam dispostas a arriscar suas vidas pelo nome do Senhor e sejam profetas encorajadores de muitos. Jesus me instrui a pedir, a rogar por este motivo. Ele diz: os trabalhadores são poucos, roguem pois ao Senhor da colheita que envie trabalhadores para a Sua colheita (Mt 9:38). Muitos são os que vão à igreja para receberem algo da parte de Deus, mas poucos são os trabalhadores. Que eles venham! Que o Senhor atenda ao meu clamor!

Oração: Pai, mais uma vez coloco meu coração e espirito em oração com clamor e súplica, envia trabalhadores Senhor! Envia Senhor! Levanta no nosso meio! Da-nos a graça de fazê-los discípulos e que eles estejam dispostos e disponíveis para o trabalho da colheita. Temos muito a colher, da-nos um exército/multidão de trabalhadores, em nome de Jesus. Amém!