quinta-feira, 2 de julho de 2015

Gere Filhos! Marinho Soares, Pr

"E fez um voto, dizendo: “Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados”. 1 Samuel 1:11

OBs. Ana é um símbolo maravilhoso de quem vence a esterilidade. Sua rival Penina dava inúmeros filhos ao marido Elcana, Ana porém, era humilhada por ela, pois não gerava filhos. Filhos eram a coisa mais preciosa que uma família poderia ter neste período do Antigo Testamento. Não tê-los era como uma maldição. Daí a tristeza e desespero de Ana. Podia ter tudo, como o amor incondicional do marido, mas sem filho não era nada. Hoje os filhos são desimportantes. As famílias quando tem, são bem poucos. Perdeu o valor que tinha há séculos atrás. Então como podemos aplicar hoje? Pensando nos filhos espirituais que Deus deseja que teremos. 

Prática: sei um pouco do que sentia Ana, pois não concebemos filhos biológicos nestes vinte anos de casados. Mira e eu não sabemos porque não geramos, apesar da aparente saúde dos dois. Então, pensando nos filhos espirituais, buscamos gerá-los nestas décadas de caminhada com Cristo. Sinto que o inimigo tenta de todas as maneiras matar este desejo. Ele usa filhos gerados para me trair, decepcionar, frustrar, ferir, abandonar e até mesmo caluniar, maldizer, etc. Se fosse olhar pelas ingratidões, já teria desistido de gerar. Mas, os filhos gerados, como os de Ana, são para o Senhor. Então, tenho tranquilidade e paz que Ele vai agir e transformá-los em filhos conforme o Seu coração. Creio que Samuéis estão sendo gerados para impactar esta geração e as próximas. Profetas de Deus estão nascendo do meu choro constante.

Oração: Senhor traga a existência os filhos que tens para mim. Anseio, choro e desejo ardentemente que eles venham. Me consagro, entrego e choro diante do Senhor para que eles nasçam. Também os consagro ao Senhor para que deem muito mais fruto do que tenho dado, em nome de Jesus. Amém!

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Amor na simplicidade e na prática! Marinho Soares, Pr

Texto: Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine... 1 Co.13:1

Obs.
1. Cheio de dons, poder e manifestação sobrenatural, mas sem amor.
2. Cheio de conhecimento, sabedoria e revelação, mas sem amor.
3. Milagre comum é transportar montanhas, mas sem amor.
4. Generosidade constrangedora, ativismo maluco, mas sem amor.

Prática:
Fiquei observando que posso ter todas estas coisas com amor ou sem amor. O texto não diz que quem ama não tem ou não pratica estas coisas. Ele diz que um não pode estar dissociado do outro.
Posso me tornar uma máquina de fazer, mas sem amor.
Então como proceder?

Fazer com as qualidades do amor fluindo em mim e através de mim.

O amor é paciente. Com paciência.
O amor é bondoso. Com bondade.
Não inveja. Sem cobiça.
Não se vangloria. Sem exaltação.
Não se orgulha. Sem vaidade.
Não maltrata. Sem violência. 
Não procura seus interesses. Com altruísmo.
Não se ira facilmente. Com amabilidade.
Não guarda rancor. Com perdão incondicional.
O amor não se alegra com a injustiça. Com justiça.
Se alegra com a verdade. Com verdade em amor.
Tudo sofre. Sacrificial - vicário.
Tudo crê. Acredita até o fim.
Tudo espera. Com Fé inabalável.
Tudo suporta. Não espana, não foge ao apoio.
 O amor nunca perece. É uma permanência eterna.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Deus Tem um Plano com a Esterilidade! Marinho Soares, Pr

Texto: "Certo homem de Zorá, chamado Manoá, do clã da tribo de Dã, tinha mulher estéril. Certo dia o Anjo do Senhor apareceu a ela e lhe disse: “Você é estéril, não tem filhos, mas engravidará e dará à luz um filho."" Juízes 13:2-3

Obs. Sansão aqui é mais um dos filhos nascidos de mulheres estéreis. Foi assim com Isaac (filho de Sara), Jacó e Esau (filhos de Rebeca), José (filho de Raquel), Samuel (filho de Ana). São estes que me lembro agora. Todos eles se tornaram grandes homens nas mãos do Senhor. Parece que Deus tem um "quê" com esta questão da infertilidade. Penso que seu propósito é revelar Seu poder e graça. Pois, suas mães eram estéreis, mas todas geraram em Deus. Todas precisaram clamar ao Senhor, ou seus maridos precisaram fazer isto em favor delas. Percebo que até hoje é assim: Deus pega o improvável e gera nele toda uma geração de filhos espirituais e faz uma grande obra.  

Prática: vejo que minha história não é diferente. Sempre tive improbabilidades em minha vida. De família desfavorecida, com alguns problemas sérios de saúde na infância, poliomielite na adolescência e sequelas até hoje. Sou um milagre do Senhor. Posso dizer o Senhor agiu em milhas esterilidades e tem frutificado para a glória Dele. Ele continua fazendo, apesar de mim!

Oração: Senhor quantas vezes me achei estéril. Outras vezes rodeado de uma igreja estéril, irmãos e líderes, que não frutificavam. Mas a Tua graça me alcançou. O Teu favor tem vindo sobre mim. E já temos gerado. Aleluia! Continue abençoando e gerando filhos em nome de Jesus. Amém.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Até Quando? Samara Juliana - IEPE - SP

Texto Apocalipse 3:14-22

Observação: Laodicéia era uma igreja muita rica que dizia não precisar de nada por sua riqueza, uma igreja indecisa. Então o Senhor enojava a ponto de querer vomita-la por sua indecisão.

Prática: Hoje acordei e o Senhor falou grandemente comigo. E me disse: Até quando ficaremos em cima do muro, até quando coxearemos em dois pensamentos. O Senhor Jesus quer conserto e decisao, filhos decididos a passar pelo fogo, filhos decididos a abrir os ouvidos e os olhos para a Verdade.
Ele está a porta, você irá abrir?

Oração: Senhor me perdoe por me corromper com as coisas deste mundo. Que a cada manhã minha decisão seja estar em tua presença. Que a cada dia eu venha ter sede e fome de Ti. Espírito Santo seja Bem vindo. Louvor - Em tua Presença / Nivea Soares

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Com a Força que Você Tem! Marinho Soares, Pr

Texto:  14 O Senhor se voltou para ele e disse: “Com a força que você tem, vá libertar Israel das mãos de Midiã. Não sou eu quem o está enviando?”
15 “Ah, Senhor”, respondeu Gideão, “como posso libertar Israel? Meu clã é o menos importante de Manassés, e eu sou o menor da minha família.” Juízes 6:14-15

OBs. Israel vivia dias difíceis. Após Josué ter liderado o povo na conquista da terra prometida e morrido, o povo se desviou feio, indo adorar a baal e os deuses dos seus inimigos. Fizeram alianças com eles e o Senhor os entregou nas suas mãos. Alguns juízes foram levantados, obtinham vitórias e Israel ganhava um "fôlego" de algumas décadas. Aqui mais uma vez afastaram do Senhor e os midianitas dominavam e oprimiam, tirando tudo o que tinham, fazendo morar em buracos feitos nas montanhas. A pobreza se instalou. Só depois disto houve arrependimento e buscaram ao Senhor. Deus envia seu anjo a falar com Gideão para libertar Israel. Na força que você tem, é a palavra-chave para Gideão. Como a maioria das pessoas ele se considera um nada, numa tribo de nada, numa família de nada. 

Prática: Quantas vezes já me senti assim: um nada! Quantas vezes o Senhor está dizendo com a força que você tem! Diferente da frase do He Man - Eu tenho a fooorça!!! Com certeza não é uma força humana, antropocêntrica ou de energéticos! É a força que vem do Senhor. A minha vida depende dela. A minha força que é aperfeiçoada na fraqueza! Ele já me deu o Seu Espírito e posso viver Nele. Vida no Espírito! A força que tenho! Ao final Gideão venceu! Ao final o Senhor sempre me deu a vitória! 

Oração: Vou na força que tenho... A força que recebi do Senhor! Neste dia dependo desta força, amanhã ainda dependerei e depois também! Por toda a eternidade viverei nela! Será vitória sobre vitória sempre! Amém!

terça-feira, 2 de junho de 2015

Estou Num Ambiente de Guerra! Marinho Soares, Pr

Texto: “fez isso apenas para treinar na guerra os descendentes dos israelitas, pois não tinham tido experiência anterior de combate” Jz. 3:2

Obs. Interessante que o povo de Israel teve que ganhar a convicção de que a conquista da terra prometida passava por serem guerreiros. A nova geração, que nascera durante o deserto, não haviam aprendido isto, pois seus pais foram os guerreiros. Agora, após a conquista, Deus deixa algumas nações inimigas infiltradas no meio deles, para exercitá-los na guerra. O que isto nos fala? Primeiro que muitos crentes acham que estão na caminhada da vida cristã sem nenhuma guerra. Essa inocência tem levado muitos ao desanimo e morte espiritual. Segundo, perdem a oportunidade de lutarem e crescerem como guerreiros espirituais que são. Terceiro, por não saberem que tem inimigos infiltrados, alguns se aliam a eles e tornam-se parceiros contra Deus e sua igreja.

Prática: Cresci num ambiente de igreja com prática de batalha espiritual. Oração, jejuns e exorcismo de demônios, eram comuns. As pessoas estavam sempre atentas e sabiam que o diabo estava atuando para destrui-los. Naqueles dias não havia estudo e nem conhecimento teórico do mundo espiritual. Ao ir para o seminário fiquei um pouco desconfiado desta área e tornei-me reticente, quase resistente. Mas, ao voltar para o ministério, me despertei e percebi a necessidade de estar ligado na batalha espiritual que enfrento cotidianamente. Minha experiência mostra que há períodos de levantes mais intensos e outros menos. Preciso ter discernimento e lutar com as armas certas para me tornar, cada vez mais, um guerreiro valente do Senhor.

Oração: Senhor da-me discernimento para ouvir sua voz, mas também para saber quando estou debaixo de ataque do inimigo, quando guerras espirituais estão acontecendo claramente em minha vida. Me ajude a ser vitorioso todos os dias. Em nome de Jesus. Amém!

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Promessas Infalíveis de Deus para Mim! Marinho Soares, Pr

Texto: De todas as boas promessas do Senhor à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram. Jos 21:45

Obs. Como é lindo viver debaixo dos cuidados de um Deus de promessas. Israel cumprira um ciclo maravilhoso: ida para o Egito, saída miraculosa de lá, travessia do mar vermelho, provisão no deserto, vitória ao entrar na terra prometida e agora o assentamento de todos os milhares de judeus nas novas terras. Tribo por tribo, clã por clã, cada um recebeu sua porção. Os levitas receberam suas cidades (48 cidades rodeadas por pastagens para seu gado), as cidades de refúgio foram designadas e eram governadas pelos levitas. Josué e Calebe receberam também suas heranças, prometidas pelo Senhor. Enfim, um ciclo maravilhoso terminara. Deus cumpriu todas as boas promessas feitas a Israel, nenhuma delas falhou.

Prática: Deus tem promessas para minha vida. Promessas que se cumprem em saúde (espiritual, emocional e física), sabedoria, ministério crescente e próspero, e por fim, o reino, onde irei reinar com Ele para sempre. Muitas destas boas promessas já se cumprem. Tenho um casamento abençoado e guardado por Deus, tenho um ministério local e extra-local firme, crescente e renovado, tenho amigos e muitos irmãos. Usufruo de mentoria tanto pessoal, pastoral e ministerial. Tenho tido o privilégio de construir prédios para acolher a igreja de Jesus. Duas promessas que espero ainda realizar: uma igreja na cidade de Cuiabá com mais de 3.000 pessoas e um prédio que receba mais de 1200 pessoas. Formação de vinte novos pastores nos próximos anos e envio para a plantação de dez novas igrejas. Agora uma promessa maior: verei os filhos dos meus filhos. Verei multiplicações dos ministérios destes que foram e serão enviados.

Oração: Senhor Cumpridor de promessas. Cumpra em minha vida as palavras que tem me falado desde minha infância. Desde os primeiros dias de meu chamado ainda adolescente, suas palavras de promessas de cuidado, provisão e de grande crescimento. Já tenho experimentado de muitas promessas, mas continuo com santa expectativa esperando as demais se cumprirem. Obrigado por ser escolhido pelo Senhor. Em nome de Jesus. Amém.

domingo, 24 de maio de 2015

"Quero Ser Um Vaso Perfeito e Útil ao Senhor!" Pra Mira Soares


Texto:  "Mas o vaso de barro que ele estava formando estragou-se em suas mãos; e ele o refez, moldando outro vaso de acordo com a sua vontade." (Jeremias 18:4)

Observação: Deus levou Jeremias à casa do oleiro para lhe revelar algo profundo em relação ao que queria fazer ao povo de Israel. Mostrou-lhe que Ele é soberano, e da mesma maneira que o oleiro molda o vaso, Ele poderia moldar aqueles que lhe pertencem.

Prática:  Um grande temor se apossa da minha alma ao meditar nesse texto de Jeremias. O Senhor me faz entender, que mesmo quando já estamos em Suas mãos, às vezes queremos tomar uma forma que não é a que Ele deseja, e começamos a ficar "estragados".  Então, como o oleiro faz com aquele vaso, o Senhor começa a nos refazer...moldar conforme Ele deseja. Que lição poderosa é reveladora! Posso entender que preciso me deixar moldar pelo Senhor, ainda que não seja o formato que eu queria, para a função que eu desejaria; porém, Ele é o oleiro e sabe qual o melhor propósito para mim...quando saio da forma que Ele designou, tenho que sofrer todo o processo de ser refeito. 

Oração:  Querido Deus e Pai, quantas vezes eu senti que o Senhor estava me remodelando... Em todas essas ocasiões, o processo foi sofrido; porém, o resultado foi sempre lindo! Não quero mais estragar em Suas mãos, mas quero estar pronta para cumprir o Seu propósito em mim e através de mim. Não quero retardar a obra que o Senhor quer realizar através de minha vida; por isso, quero a cada dia alinhar meus planos e vontades com os do Senhor, através de uma vida de consagração em oração e obediência à Sua Palavra. Em nome de Jesus, amém!

"Não quero só correr com homens, mas sim, competir com cavalos!" Pra Mira Soares


Texto: "Se você correu com homens e eles o cansaram, como poderá competir com cavalos? Se você tropeça em terreno  seguro, o que fará nos matagais junto ao Jordão? (Jeremias 12:5)

Observação:  Este capítulo começa com uma oração questionadora de Jeremias a Deus. Ele estava desgostoso e desanimado por ver a rebeldia do povo, o seu desprezo com a Palavra de Deus, e mesmo assim, pareciam estar muito bem... 
O Senhor então lhe responde no verso 5 com essa pergunta confrontadora. 

Prática : Hoje estava pedindo que o Senhor falasse comigo, pois estava desanimada, decepcionada, 
com as atitudes de indiferença, apatia e comodismo por parte de algumas líderes, em relação ao seu compromisso com o chamado do Senhor.  Ao ler esse texto de Jeremias, confesso que fiquei chocada com a resposta de Deus ao meu lamento. Ouvi a voz do Senhor me trazendo à realidade do Seu Reino, me lembrando que Ele não me chamou para um trabalho pequeno e leve, mas para uma obra grandiosa e poderosa. Jamais Ele me havia dito que esse trabalho seria fácil, simples, light...mas sempre deixou claro, que Ele é quem me capacitaria!  Me fez lembrar que a missão é desafiadora, e exige coragem, destemor, ousadia, e perseverança. Hoje o Senhor me confronta, me dizendo, que se eu estou demonstrando fraqueza, cansaço, no início da corrida, como poderei vencer então os momentos mais difíceis que estão para vir, quando os desafios serão maiores, e será exigido de mim muito mais dinamismo, resistência e coragem?

Oração: Querido Pai celestial, choro comovida diante da Tua Palavra. É incrível que mesmo lhe conhecendo e ao Seu poder, eu ainda tenha momentos de fraqueza como este...mas o Senhor é tão misericordioso é bom, que me levou à Palavra, para me lembrar que Jeremias, Teu servo fiel, também teve seus momentos de questionamentos e desânimo, e usou comigo,a mesma pergunta que fez a ele; pude então entender o que o Senhor espera de mim. Peço querido Deus, que me fortaleça a cada dia, porque quero sim competir com cavalos! Eu sei que isso é possível, em nome de Jesus!! Amém! 

terça-feira, 19 de maio de 2015

Dormindo com o Inimigo. Marinho Soares, Pr

Texto: Josué 9:14-15
Os israelitas examinaram as provisões dos heveus, mas não consultaram o Senhor. Então Josué fez um acordo de paz com eles, garantindo poupar-lhes a vida, e os líderes da comunidade o confirmaram com juramento.

OBs. Havia um povo jebionita que quando Israel chegou á terra prometida, souberam enganá-los bem, para que suas vidas fossem poupadas. Montaram uma estratégia de comparecer com roupas, sandálias e pão envelhecidos. Os israelitas acreditaram que era um povo de muito longe e os deixou viver. Eles passaram a dormir com eles. Percebo que a vida cristã também é assim. O inimigo chega sorrateiramente, disfarçado e passando-se por um pobre e necessitado. 

Prát. Já permiti este tipo de coisa acontecer. Já tive dó do inimigo que veio disfarçado. Algumas vezes o inimigo astuto ganhou terreno. Algumas alianças foram feitas sem consultar ao Senhor. As consequências foram sempre desastrosas. Lembro-me especialmente de uma mulher com espírito de Jezabel que se levantou com o propósito de auxiliar os jovens da igreja. Ela fez aliança conosco, mas causou uma divisão e prejuízos grandes na juventude. Foi trabalhoso romper com ela e os frutos negativos duraram muito tempo.

Oração: Senhor abra os meus olhos para ver e ouvidos para ouvir. Dá-me sabedoria e entendimento para consultar sempre ao Senhor antes de fazer alianças. Preciso continuamente de direção. Em nome de Jesus. Amém. 

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Rasgando Minhas Vestes. Marinho Soares, Pr

Texto: Então Josué, com as autoridades de Israel, rasgou as vestes, prostrou-se, rosto em terra, diante da arca do Senhor, cobrindo de terra a cabeça, e ali permaneceu até a tarde. Josué 7:6

OBs. Rasgar as vestes perante o Senhor era um sinal de grande quebrantamento, humildade e pedido de socorro. Josué estava muito decepcionado com a derrota tão inesperada contra o rei da cidade de Ai. Haviam terminado de vencer Jericó, cidade muito maior e fortificada e perdido a guerra para Aí. Esta atitude de Josué, de rasgar as vestes, prostrar-se rosto em  terra, cobrir a cabeça com terra e ficar o dia todo diante da arca / presença de Deus, me encoraja a não desistir diante de aparentes derrotas como a que eles haviam acabado de sofrer. Eles encontraram uma solução em Deus e retornaram, após expurgar o rebelde Acã, alcançando plena vitoria contra a cidade inimiga. 

Prática: Preciso aprender a rasgar mais as vestes. Não posso me dar por vencido no primeiro round. Não posso desabar diante de desafios, que aparentemente são fáceis, mas que se tornam difíceis. Preciso ter fé e coragem e não me poupar, mas me humilhar diante de Deus e buscar a sua face até encontrar a resposta. Rasgarei minhas vestes sempre que preciso for!

Oração. Senhor obrigado por me abrir os olhos para ver que liderar e viver na tua direção não é algo fácil e simples. Tem infortúnios sérios a serem vencidos. Mas, confio em Ti que me dará sempre a solução no Senhor para todos os desafios que enfrentar. Em nome de Jesus. Amém. 

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Obediência X Desobediência - Glorioso X Terrível! Marinho Soares, Pr

Texto: “Se vocês não seguirem fielmente todas as palavras desta lei, escritas neste livro, e não temerem este nome glorioso e terrível, o Senhor, o seu Deus, ele enviará pestes terríveis sobre vocês e sobre os seus descendentes, desgraças horríveis e prolongadas, doenças graves e persistentes, etc. etc.” Deut. 28:58-59

Obs. Creio que este capítulo de Deuteronômio é um dos mais controvertidos nestes dias de graça extrema. Podem perguntar: como um Deus tão gracioso traria tanto horror aos que fossem desobedientes? Contudo, este versículo acima mostra com clareza quem é este Deus. O nome dele é glorioso e terrível. Glorioso pois cobre de glória toda a terra e aqueles que o buscam. Terrível porque age com justiça e equidade para com todos os que vivem no pecado e nas suas próprias vontades. É um contraponto da graça. É igual céu  e inferno. Porque o céu é tão terrível? Por que a graça é tão linda e abundante! Somente um inferno terrível para poder contrapor à maravilhosa graça de Deus. 

Prát. Graças a Deus que sempre compreendi estas verdades. Já vivi com culpa verdadeira por longos períodos em minha vida. Vivia na desobediência e debaixo das consequências da mesma. Hoje, salvo, perdoado, curado e liberto, posso viver sem culpa e debaixo da graça abençoadora de Deus. Creio firmemente que nenhuma destas maldições me alcançam e que todas as bênçãos são abundantes sobre minha vida. Recebo a cada dia graça para viver debaixo destas bençãos. Sou vitima das bênçãos de Deus. Elas me acompanham todos os dias de minha vida.

Oração: Senhor, graças lhe dou por me dar de sua graça abundante que me alcançou dando-me de suas poderosas bençãos. Não vivo debaixo da culpa do pecado, o Senhor já me perdoou. Viverei para sempre em obediência, vitória e benção. Amém!

Sou Tesouro Pessoal de Deus! Marinho Soares, Pr

Texto: E hoje o Senhor declarou que vocês são o seu povo, o seu tesouro pessoal, conforme ele prometeu, e que vocês terão que obedecer a todos os seus mandamentos. Deuteronômio 26:18

Obs. Ser tesouro já é uma grande honra. Agora ser tesouro do Senhor é algo extremamente valoroso. Um dos maiores sentimentos que as pessoas carregam, e com Israel não era diferente, chama-se rejeição. Há um complexo de inferioridade no ar. Todos somos atingidos por esta maldição desde que nossos pais pecaram.  Nos sentimos inadequados e errantes. Deus afirma a identidade de Israel dizendo:  vocês são o meu povo, o meu tesouro pessoal. Coisa linda!

Prática: não sou diferente da maioria. Vivi muitos anos me abatendo com baixa auto-estima e os mais diversos complexos que me causaram danos e dificultaram meu crescimento e prosperidade. Foi difícil para eu acreditar que era um tesouro pessoal de Deus. Minha mentalidade de escravo do pecado me subjugava. Somado a isto, uma vivência desde a infância numa igreja legalista, agravou a situação. Hoje, graças a Deus e aos novos mentores que me rodeiam, uma nova identidade tem sido formada. Hoje posso não somente dizer, mas viver como verdadeiro tesouro pessoal de Deus!

Oração: obrigado Jesus por me dar o direito de me tornar filho de Deus. Por me dar uma nova história, com um novo nome e um destino maravilhoso. Obrigado por me tornar Seu tesouro pessoal. Amém.

domingo, 3 de maio de 2015

A seriedade do Casamento - Marinho Soares

Texto: Se um homem tiver se casado recentemente, não será enviado à guerra, nem assumirá nenhum compromisso público. Durante um ano estará livre para ficar em casa e fazer feliz a mulher com quem se casou. Deuteronômio 24:5

OBs. Uma das maneiras de Deus expressar valor a algo era priorizando-o ao seu povo. Vemos isto acontecer no que diz respeito ao casamento. Um homem ao casar-se ficava livre do principal encargo de um homem naqueles dias: de ir guerrear pelo seu povo.  Também estaria livre de compromissos públicos. Ele deveria se dedicar ao casamento, e, especialmente fazer feliz a mulher com quem se casou.  

Prática: Confesso que comigo não foi assim. Recebi a igreja que pastoreei por dez anos na sexta (06/01/1995) e casei-me no sábado (07/01/1995). Ou seja, assumi meu primeiro ministério pastoral um dia antes do casamento. Fui para a guerra um dia antes do meu casamento. Tiremos uma semana de lua de mel e nos próximos cinco anos praticamente não tiramos férias. Hoje ao olhar para trás percebo que foi a graça, extravagante graça de Deus, que não  permitiu que nosso casamento já estivesse destruído. Hoje, busco ajudar novos casais, a darem uns meses a um ano de investimento focado no casamento. É bem difícil. A maioria já casa com os dois precisando trabalhar e alguns também estudar. É guerra!

Oração. Senhor percebo quanto valoriza o casamento. Agradeço-te por manter meu casamento vivo e abençoado em meio a tantos desafios enfrentados desde os primeiros anos. Falta de liberdade financeira, excesso de trabalho, estresse e outros ataques vieram com força. Mas o Senhor nos livrou de todos. Isto mostrou o quanto ama o casamento. Obrigado Jesus. Amém!

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Faz de novo! - David San Martin

Faz de novo!
Texto: Gênesis 32:10 - não sou digno de toda a bondade e lealdade com que trataste o teu servo. Quando atravessei o Jordão eu tinha apenas o meu cajado, mas agora possuo duas caravanas.

Observação: Jacó estava vivendo um momento decisivo, ele estava voltando para a terra do Seu pai Isaque, e estava prestes a se encontrar com o seu irmão Esaú, o qual ele havia enganado. Tomado de angustia Jacó ora ao Senhor. Ao orar ele faz questão de lembrar da grande graça que o Senhor tinha tido para com ele, pois ele partiu da sua terra com apenas um cajado em sua mão, mas na sua volta o Senhor já havia prosperado a sua vida, de uma forma que possuía grandes riquezas, que totalizavam em duas caravanas. Esse sentimento de gratidão, e de reconhecimento daquilo que o Senhor já havia feito em sua vida, levou Jacó aos pés do Senhor nesse momento de angústia e medo.

Prática: Comumente somos tomados de ansiedade, angustias em momentos de crises, percas, fracassos, e essas coisas muitas vezes abalam a fé de muitos, por só olharem o momento e não olharem aquilo que Deus já fez em suas vidas. Certamente o meu sentimento é igual de Jacó, olho para trás e vejo quem eu era, mesmo após de ter me encontrado com o Senhor, o que eu tinha se resumia em um cajado. Meus sonhos eram pequenos, eu era cheio de crises existenciais e tinha uma visão errada do Senhor, tinha limitação pra falar, para me relacionar,  para liderar, limitação para perseverar, dificuldades financeiras, ministerialmente não tinha frutos algum de uma forma que a única célula que tinha não ia pra frente, coração de difícil tratamento. Hoje eu olho, e vejo o que Deus fez, e com o coração grato posso dizer igual Paulo: Sou o que sou pela graça do Senhor. E diante dos desafios, crises, e provação, tenho liberdade para me prostrar diante do Senhor e dizer: Faz de novo!


Oração: Pai celestial, como é grande o teu mover em minha vida, sinto-me coberto com o teu amor e graça, quando tudo em mim era incerto, a tua graça se manifestou. Antes quem tinha apenas um cajado, agora o Senhor tem me acrescido as riquezas da Sua graça! Pai, eu sei que tem mais, eu sei que tudo o que tenho vivido é só o começo de um mover maior, sei também que há desafios, haverá crises, haverá lutas, mas o meu clamor é um: Faz de novo, o que já fizeste em mim. Amém.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

"Fora da rota. O que fazer?" Rodrigo Rodrigues Lima, Pr.

TEMA: Fora da rota. O que fazer?
TEXTO: "Mas José, seu esposo, sendo justo e não querendo infamar, resolveu deixá-la secretamente" Mateus 1:19

OBSERVAÇÃO
Maria achou-se grávida pelo Espírito Santo mesmo sendo virgem. José, por sua vez, resolveu deixá-la, pois, como poderia ela estar grávida sem ter relações com ele? Apesar disso, ele não a expõe por hombridade (fidelidade). José certamente ficou confuso, decepcionado e irado com tudo aquilo. Maria deve ter dito a ele diversas vezes que foi obra de Deus. Certamente os dois estavam muito confusos e angustiados. Ambos chocados com essa rota que surgiu no meio do caminho. Eles eram tementes a Deus e, de repente, estava tudo fora do planejado, tudo fora da rota.

PRÁTICA
Deus me encoraja mais uma vez  lidar com situações que me tiram da rota de tranquilidade e segurança. Ele nunca é pego de surpresa, eu sim. Aprendo três princípios: 1. Agir com hombridade (v.19), pois, José era justo e fiel, não querendo infamar Maria apesar do ocorrido. Devo agir com hombridade em situações que me tiram da rota; 2. Ponderar (v.20) (pensar; deliberar). José ouviu de Maria seus argumentos e certamente dormiu com a mente cansada de tanto pensar no assunto tenso; 3. Discernir a direção de Deus e agir por ela (v.24). Deus falou com José em sonho e o mesmo discerniu a direção de Deus e agiu por ela. Aprendo que NÃO devo agir sem a direção de Deus. Minha vida deve ser guiada pela rota de Deus.

ORAÇÃO
Querido Pai, me ensine mesmo a lidar com as situações que saem da minha rota e me tiram a segurança, mas não fogem da Sua apesar de sair do controle e da compreensão humana. Quero sempre agir guiado pelo Teu Espírito com hombridade, ponderando as situações e discernindo a Tua voz para por meio dela agir. Fala Deus!

Não Foi Mérito Meu! Marinho Soares, Pr

Texto: "Esteja, hoje, certo de que o Senhor, o seu Deus, ele mesmo, vai adiante de você como fogo consumidor. Ele os exterminará e os subjugará diante de você. E você os expulsará e os destruirá, como o Senhor lhe prometeu." Deuteronômio 9:3

OBs. Israel estava chegando lá. Ia entrar na terra prometida. Terra que emana leite e mel. O Senhor promete e confirma que estará com eles. Que exterminará os gigantes - os enaquins. O que Israel faria? Na força do Senhor os expulsaria e destruiria. Mas Deus faz uma advertência séria: V.4 “Depois que o Senhor, o seu Deus, os tiver expulsado da presença de você, não diga a si mesmo: ‘O Senhor me trouxe aqui para tomar posse desta terra por causa da minha justiça’. Não!" 

Prática: Estou no ministério, pela graça e favor de Deus, há vinte anos! Mas constantemente sou tentado a achar que faço alguma coisa. Que lidero, treino, ensino e conquisto. Mas como sou ingênuo! Às vezes imaturo de achar que alguma conquista seja mérito meu! Deus diz, não é e pronto! Isto me coloca no lugar que devo estar: na dependência do favor divino! Sou por natureza tentado a me achar superior - duas funções que exerço começam com super - superintendente e supervisor. Veja só que loucura, que funções difíceis, pois seus títulos me lembram de uma posição superior à dos outros. Preciso mais do que nunca de ser lembrado pelo Senhor do meu lugar!

Oração: Senhor sei que irás adiante de mim como fogo consumidor. Aleluias! Sei que exterminará e subjugará os meus inimigos. Glórias a Deus! Sei que me dás autoridade para expulsar e destruir, mas peço-lhe que me dê sempre a humildade de reconhecer que FOI MÉRITO DO SENHOR! Amém!

terça-feira, 14 de abril de 2015

"Sede de Deus!" Rodrigo Rodrigues Lima, Pr.

TEMA: Sede de Deus!
TEXTO: "Porque derramarei água sobre o sedento e torrentes, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade e a minha benção, sobre os teus descendentes." Isaías 44:3

OBSERVAÇÃO
Deus faz uma promessa ao seu povo que derramaria sobre eles o Seu Espírito. Quem derrama é Deus e Ele derrama de Si mesmo sobre os sedentos, aos que o desejam como uma terra seca.

PRÁTICA
Meu coração está pleno da alegria do Espírito Santo. Por muito tempo desejei ver uma igreja com sede de Deus. Deus se derrama sobre aqueles que O desejam de coração, que tem verdadeiramente sede Dele. Essa é uma água que sacia e me convida a mergulhar nela, pois, é o próprio Deus me convidando. Vou mergulhar mais e mais na palavra e na oração. Tenho sede de Deus! 

ORAÇÃO
Senhor e Pai, sacia a minha sede de Ti. Que em cada canto da minha alma, onde houver uma terra rachada, Tu possas ver ali meu desejo por Ti e que essa água venha e traga vida. Quero mais de Ti.

domingo, 12 de abril de 2015

"A Oração Que Deus Não Ouve" - Pra. Mira Soares


Texto: "E você, Jeremias, não ore por este povo nem faça súplicas ou pedidos em favor dele, nem interceda por ele junto a mim, pois eu não o ouvirei." (Jeremias 7:16)

Observação : O povo de Israel, mesmo depois de ter visto tantos milagres, livramentos e maravilhas que o Senhor havia feito no meio deles, desviaram-se, estavam cultuando outros deuses e deliberadamente voltaram às costas para o Deus verdadeiro. Se tornaram obstinados, rebeldes, desobedientes, fizeram coisas terríveis, e apesar de o Senhor lhes falar muitas vezes, não lhe deram ouvidos, agindo de tal forma que despertaram a ira do Senhor. Deus então, se recusa a atender a oração de Jeremias em favor deles, porque já havia traçado um futuro desolador para aquele povo. 

Prática: Ao ler este capítulo hoje, o Espírito Santo me levou a focar neste versículo 16, e fiquei impactada ao compreender que houve uma oração que Deus se recusou a atender...foi quando o Senhor pela Sua onisciência já sabia que aquele povo tinha feito sua escolha e não queria saber do Deus verdadeiro. 
Hoje há muitos que estão agindo da mesma maneira, desprezando e rejeitando o Senhor. Porém, não estamos mais na Lei e sim na Graça; Glória a Deus!! Assim, temos a certeza de que por causa do sacrifício de Jesus, do grande amor do Pai que O enviou, e do poder do Espírito Santo (hoje conosco) e que convence do pecado, da justiça e do juízo, podemos continuar pregando e orando por essas pessoas até o fim...Por causa da graça que foi derramada, o Pai tem tido paciência e ouvido nossas orações em favor daqueles que ainda não aceitaram a Jesus, ou por alguma razão O deixaram.  Sei que só se perderão aqueles que endurecerem seus corações até o fim... Por isso continuarei crendo, orando, clamando ao Senhor, e profetizando, que eles serão salvos da ira de Deus e da condenação eterna pelo poder do Espírito Santo.  Hoje só há uma oração que Deus não ouve: "Aquela Que Não É Feita!" .

Oração: Pai celestial, muito obrigada pela graça salvadora de Jesus Cristo que nos alcançou, e pela oportunidade que o Senhor nos dá de intercedermos por todos aqueles que ainda tem recusado crer no Teu infinito amor. Temos visto os milagres, transformações, libertações e cura que o Senhor tem feito através da pregação da Tua Palavra. Sou imensamente grata por Jesus e por Teu Santo Espírito, que através das orações dos santos, tem salvado milhares de pessoas ao redor do mundo e continuará essa maravilhosa obra até o dia da volta do Teu amado Filho para nos buscar! Amém!!

É para Hoje! Marinho Soares, Pr

Texto: Não foi com os nossos antepassados que o Senhor fez essa aliança, mas conosco, com todos nós que hoje estamos vivos aqui. Deuteronômio 5:3

Obs. A mensagem da graça barata, atualmente muito explorada, indo ao extremo de querer justificar a impiedade e o pecado dos que vivem nesta prática, dizendo que não precisam se arrepender mais, menos ainda confessar seus pecados, é no mínimo ante-bíblica e terrivelmente perniciosa para o povo da santidade. A Lei não justifica o homem, ela revela os pecados, a graça é quem justifica. Agora, precisamos entender que a aliança feita com nossos antepassados é para hoje, para nós que estamos vivos aqui. Como então me relacionar com esta aliança e com a nova aliança feita por Deus em Cristo? A velha revela o pecado, a nova justifica o pecado. Isto mostra que não desprezamos a velha - pois senão viveríamos no pecado sem conhecê-lo - e recebemos a nova para a total purificação e libertação do pecado para vivermos em santidade.

Prát. Para mim, viver em santidade sempre foi o alvo. Por isso leio a Bíblia toda e não desprezo nenhum dos seus ensinamentos. Os do passado, que são para hoje, me mostram a ruína e desgraça de viver em desobediência ao Senhor. Os do Novo Testamento me dão a convicção que posso viver em total liberdade e alegria, pois Cristo já me deu a vitória sobre os pecados! Posso desfrutar desta aliança debaixo da graça!

Oração: Senhor não me deixe perder-me diante de tantos ensinos duvidosos sobre à Tua Palavra. Não quero desprezar nenhum dos Teus ensinos. Me ajuda Senhor a viver em santidade e valorizando cada um dos Teus preceitos, em nome de Jesus. Amém!